Enfim Turismóloga!

Ao longo da minha vida de estudante, tentei o vestibular para Direito e Administração….cheguei mesmo a cursar Administração por quase dois anos, porém percebi que não era minha vocação. Não houve identificação.
 
Foi quando entrei para graduação em “Turismo”. E ao longo dos estudos, fui me dando conta de que era este mesmo o curso que tanto procurava. Depois de quase dois semestres, precisei trancar minha matrícula. Foi um momento difícil. Mas, lá dentro de mim, continuou a vontade de concluir o curso um dia. E, finalmente, depois de um longo tempo, isso foi possível. Sou Turismóloga.

Crédito de imagem Google

 
No Turismo, precisamos ser multidisciplinar, entender um pouco de tudo, saber planejar, administrar…ser conhecedor de história, sociologia e geografia, ter fluência em línguas etc. E hoje, saber aliar tudo isto à questão da sustentabilidade.
 
Quanto mais conhecimento a gente adquirir, melhor para o nosso desempenho profissional. E sabe o Direito e a Administração que deixei para trás? Bem, aqui pude resgatá-los novamente e, de certa forma, acabarei exercitando-os dentro do Turismo, pois precisei conhecer as normas e leis que regem o setor, e, assim como mencionei acima, administrar e planejar qualquer que seja área do Trade em que eu vá atuar.
 
O Turismólogo trabalha com a realização de sonhos e emoções, materializados em forma de passeios, hospedagens e viagens. E precisamos estar preparados para atender estas expectativas, agindo com ética e comprometimento.
Como já definiu LEITE(2004), os turismólogos são os que, a partir do primeiro momento em que escolhem o Turismo como profissão, jamais voltarão a ver o turismo com a visão do turista.
 
E feliz com mais essa realização em minha vida, deixo aqui registrado o compromisso de todo turismólogo:
 
“Prometo, como bacharel em turismo, dedicar-me à pesquisa e ao desenvolvimento sustentável do turismo; empenhar-me pelo engrandecimento do fenômeno turístico, no brasil e nomundo; preservar o turismo como instrumento de paz, bem estar e entendimento entre povos e zelar pelos valores éticos da profissão.”
 
Até o próximo post…